Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Um café e duas natas.

Um local onde se escreve por gosto, por terapia.

Um café e duas natas.

Um local onde se escreve por gosto, por terapia.

Não serão certos sonhos e desejos uma utopia?

Eu sonhei que a vida era leve, tranquila, sem stresses, sem pressas, sem pressões. Eu sonhei que o importante era o nosso bem estar, que a nossa casa seria onde estamos felizes e que quando não estivéssemos felizes estaríamos sempre a tempo de mudar. Sonhei ainda que duas rodas nunca mais me iriam aprisionar, que nunca mais estaria fechada em quatro paredes, que iria poder conhecer o mundo, o desconhecido. Sonhei que a mesinha de cabeceira poderia ser um caixote, o candeeiro de petróleo, a toalha da cozinha podia estar descosida, as cortinas podiam ser de pano de lençol. O que me interessa é poder comer, beber, rir, amar, ser amada pelo que sou...e livre. Eu sonhei e sonho, conhecer o mundo. Espero que todo o esforço não seja em vão e que as quatro paredes que me vão acolher para o ano sejam aquelas onde me sinto em casa. O que me interessa é poder comer, beber, rir, amar, ser amada pelo que sou...e livre. Aprisionada? (Espero que) nunca mais esteja.

Mas, não serão certos sonhos e desejos uma utopia?

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D